Clicky

Selecione a cidade
4020-9734

Notícias › Educação


Monitoria: entenda o que é e saiba como se tornar um monitor

A monitoria é uma prática muito incentivada no Ensino Superior
Por: Henrique Nascimento 09/10/2017 - 09:52 - Atualizado em: 16/10/2017 - 08:39
Monitoria: entenda o que é saiba como se tornar um monitor/Freepik
Orientar outros pode ser uma ótima forma de aprendizado

Entre as atividades extraclasse que podem ser feitas no Ensino Superior encontra-se a monitoria. Regulamentada pela legislação das diretrizes e bases da educação nacional, a atividade tem o objetivo de incentivar a troca de conhecimentos entre alunos, possibilitando também a experiência do discente a atuação junto ao professor no ensino da disciplina. Confira quais as principais atribuições, os benefícios e saiba como se tornar o monitor!

O que faz um monitor?

Os alunos que passam por um processo de seleção de monitoria, tópico que trataremos mais à frente, assumem a função de monitor sob supervisão de um professor. É de responsabilidade dos monitores auxiliar o professor nas aulas teóricas e práticas, tirar dúvidas dos estudantes, e ajudar na realização de listas de exercícios passados pelo professor através de grupos de estudos. Os monitores também podem auxiliar na correção de provas e precisam entregar relatórios de suas atividades ao professor orientador nas datas estipuladas.

Quais os benefícios da monitoria?

A monitoria possibilita ao aluno uma maior integração com estudantes de outros períodos ou cursos diferentes. Para os que desejam ser professores universitários, é através dessa atividade que podem ter a primeira experiência com o ensino e acrescentar a atividade ao currículo. As horas dedicadas para realização da monitoria também podem ser descontadas da carga horária extra que o discente precisa cumprir. Além de possibilitar, em alguns casos, bolsas de auxílio de custo.

Como ser um monitor?

É preciso cumprir alguns pré-requisitos para se tornar um monitor. O mais comum é passar por um processo seletivo composto por análise do histórico escolar, seguido de uma prova e entrevista com o professor orientador. É importante que o estudante tenha obtido bons resultados na disciplina em que deseja ser monitor para ser aprovado na primeira fase do processo. Ao fim da seleção, é a hora de arregaçar as mangas e cumprir com as obrigações e horários da atividade.

Monitoria voluntária ou bolsa de monitoria?

Existe a possibilidade de algumas monitorias oferecem bolsa de auxílio de custo que ajudam o estudante a ter alguma renda. No entanto, não são todas as vagas que possibilitam a bolsa. Algumas atividades de monitoria são feitas para serem exercidas de forma voluntária, o que não representa algo ruim. Apesar de não ter o auxílio financeiro, a atividade continua possibilitando todos os benefícios citados anteriormente na matéria, sendo um diferencial no currículo de quem a executa.

Tem alguma experiência de monitoria para relatar? Deseja ser monitor? Conte nos comentários!

Comentários