Clicky

Selecione a cidade
4020-9734

Notícias


Digital immigrants no Brasil: saiba quem são

O número de idosos com acesso a internet cresceu e o mercado desenvolveu aplicativos para eles também
Por: Henrique Nascimento 17/07/2017 - 12:28 - Atualizado em: 17/07/2017 - 16:15
Os idosos estão cada vez mais dominando o mundo virtual/Freepik
Os idosos estão cada vez mais dominando o mundo virtual

Embora esteja associada geralmente aos jovens, a tecnologia tem se aproximado cada vez mais das pessoas mais velhas. Uma pesquisa do Instituto Locomotiva realizada no ano de 2016 aponta que a quantidade de idosos que utilizam a internet aumentou mais de 100% no últimos oito anos. O Brasil já possui mais de 5 milhões de idosos na internet.

Algumas empresas já perceberam esse crescimento e vem investindo em aplicativos que proporcionam a inclusão das pessoas idosas no ambiente digital. Necessitando de acessibilidade e informação, os que não nasceram no mundo digital podem aprender a usar os sistemas de celular através de alguns aplicativos.

Leia também: Seis apps para ajudar a manter uma vida saudável

Digital immigrants
A mesma pesquisa feita pelo instituto Locomotiva também apresenta dados relativos ao tipo de aparelho usado pelos idosos para acessos a internet. Um em cada quatro idosos entrevistados afirmam usar o computador de mesa como principal plataforma de acesso, logo em seguida vêm os smartphones, representando 44% das respostas obtidas pelo instituto.

No entanto, apesar do crescimento considerável na quantidade de pessoas com mais de 60 anos que utilizam a internet, esse grupo etário não deixa de ser formado por digital immigrants. Esse é um termo da língua inglesa que serve para classificar aqueles que nasceram antes da tecnologia digital e estão migrando para ela. Diferente dos digital natives, pessoas que nasceram tendo acesso a tecnologia digital, os digital immigrants precisam de mais tempo para se adaptar e aprender a usar novas tecnologias.

Para isso e mais algumas outras coisas, existem alguns aplicativos que podem ser bastante úteis.

Acessibilidade - BIG Launcher Easy Phone DEMO
A versão gratuita do aplicativo BIG Launcher permite adaptar a interface do sistema do celular deixando-a maior, simplificando  os ícones e aproximando visualmente o celular aos modelos mais antigos. Os recursos ajudam tanto pessoas que possuem dificuldades visuais quanto as que não conseguem se adaptar aos sistemas dos celulares mais recentes.

O aplicativo está disponível para Android em versão gratuita e em versão paga.

Aprendizado - iDosos
O aplicativo iDosos, ainda em fase de testes,  mas já funcional, é possível aprender como funciona um celular com touch screen e como realizar algumas atividades, como fazer ligações. Os emojis guiam o usuário e todo o aprendizado é realizada de maneira bem didática para ajudar aqueles que nasceram antes da era digital a serem participantes do mundo virtual.

O aplicativo está disponível para Android em versão beta.

Esclarecimento - Cartilha do Idoso
Com a ajuda de Clô, personagem idosa do aplicativo que introduz e direciona o uso das funções, é possível compreender quais são os direitos que as leis brasileiras garantem à pessoa idosa. É disponibilizada pelo aplicativo uma ferramenta para cálculo que informa quando o usuário poderá se aposentar. A pessoa também pode favoritar os direitos que mais chamaram atenção. Na opção “assistência” o aplicativo mostra quando e quem deve ser procurado nas ocasiões em que o os direitos garantidos às pessoas idosos forem desrespeitados.

O aplicativo está disponível para Android em versão gratuita.

O acesso a tecnologia deve ser disponibilizado para todos os grupos, independente da idade. O crescimento considerável de usuários acima dos 60 anos não pode ser um parâmetro para que se desconsidere que ainda é preciso investir na adaptação ao mundo virtual.

Conhece algum outro aplicativo que pode ajudar idosos? Não esqueça de deixar seu comentário!
 

Comentários

Notícias


Veja como 4 aplicativos podem te auxiliar na mudança de hábitos

Mudar seus hábitos pode ser muito mais fácil com o auxílio da tecnologia
Por: Henrique Nascimento 12/07/2017 - 13:30 - Atualizado em: 12/07/2017 - 13:31
Veja como 4 aplicativos podem te auxiliar na mudança de hábitos/freepik
Transformar a rotina é algo possível

As pessoas possuem vários hábitos que estão incorporados em sua rotina. Alguns deles são bons, outros não. No entanto, uma coisa é fato, sempre é tempo de mudar aquilo que não está fazendo bem e transformar em algo melhor. É a partir das pequenas mudanças nos hábitos que você pode se tornar uma pessoa melhor para si mesmo e para os que estão a sua volta.

A tecnologia pode ser um ótimo auxiliar nesse processo. Alguns aplicativos podem ajudar a fazer mudanças na rotina e melhorar a qualidade de vida. Veja quatro aplicativos que nós indicamos para quem está disposto a ter uma vida melhor ou mais organizada.

Leia também:  Cinco dicas de aplicativos para facilitar a vida do estudante

Timy alarm clock
Vamos começar com o primeiro momento do dia, a hora de acordar. É muito comum ouvir pessoas dizerem que possuem dificuldades para acordar no momento correto. Algumas por noites mal dormidas, outras porque ficam apertando o botão da  soneca no celular e quando percebem a hora já passou

O Timy alarm clock é um despertador muito útil. Muito fofo, o aplicativo possui alguns bichinhos coloridos e objetos que precisam que alguma atividade seja feita para que o despertador pare de tocar. Por exemplo, você pode programar um dos bichinhos e na hora de acordar, além do som do alarme e da vibração, você precisará tocar em várias partes do animal que aparece na tela até ele ficar satisfeito. Isso faz com você já realize uma atividade assim que acorda e pode te ajudar a não voltar a dormir.

O aplicativo está disponível gratuitamente para Android, apresentando algumas funções pagas.

Agenda do estudante
A Agenda do estudante é o aplicativo ideal para quem precisa organizar a vida acadêmica. Na tela inicial do app são apresentados quatro ícones: disciplinas, horários, eventos e notas. Em cada uma dessas opções você pode adicionar os dados correspondentes.

Inicialmente é necessário cadastrar ao menos uma disciplina no aplicativo. Nas áreas de horários e eventos é possível montar um calendário com os horários de aula e os eventos importantes como entrega de trabalho, dias de prova e apresentação de seminários. O aplicativo ainda permite incluir lembretes que notificam o usuário a respeito dos seus afazeres.

Na seção intitulada notas, o estudante pode colocar as notas de cada disciplina. Há ainda a possibilidade de calcular a média aritmética ou ponderada de cada disciplina. O aplicativo Agenda do estudante está disponível somente para Android, o seu download é gratuito.


Fabulous
Dentre os aplicativos indicados aqui, o Fabulous é um dos mais abrangentes. Ele te convida a embarcar em uma nova jornada de novos hábitos, para transformar o seu corpo e ativar seu cérebro. São cinco as jornadas disponíveis. A primeira que o aplicativo disponibiliza tem como objetivo fazer como que você se sinta mais energizado, trata-se de uma rotina de hábitos matinais para serem adquiridos gradativamente.

As jornadas são todas compostas por cartas motivacionais que são entregues após a execução dos novos hábitos. São disponibilizadas gratuitamente 4 jornadas, uma para dormir melhor, outra para perder peso e se manter saudável, uma para ser mais focado e concentrado e, já falada aqui, para ter mais energia. As demais podem ser compradas pelo usuário no próprio app.

O aplicativo está disponível para Android e até o momento não possui versão português. No entanto, se o usuário possuir o mínimo de conhecimento na língua inglesa poderá fazer o uso sem demais problemas.

Minhas economias

Aplicar mudança de hábitos na vida financeira também é possível. Com o Minhas economias o usuário pode registrar as entradas e saída de dinheiro. Com isso, é possível ter uma noção melhor do que está sendo gasto e se organizar corretamente para que não falte dinheiro no fim do mês.

Além do registro, o aplicativo permite com que sejam registradas metas para poupar dinheiro e os sonhos que deseja realizar. Ao informar ao aplicativo quanto custa o seu sonho e em quanto tempo deseja realizá-lo, ele te informa quanto você deve poupar por mês para chegar até lá.

O aplicativo está disponível gratuitamente para Android e iOS.

Essas são algumas opções de aplicativos que podem te ajudar a mudar seus hábitos e reorganizar a sua vida. Conhece algum aplicativo que também pode ser útil? Não esqueça de deixar aqui nos comentários!

Comentários

Notícias


Produção Audiovisual: uma área abrangente e em constante crescimento

O segmento que produz conteúdos de som e imagem não para de crescer. Conheça mais sobre o curso que te prepara para esta área
Por: Paula Brasileiro 11/07/2017 - 12:00 - Atualizado em: 11/07/2017 - 12:07
Conheça mais sobre a área de Produção Audiovisual
Conheça mais sobre a área de Produção Audiovisual

Cinema, televisão, internet, são as suas linguagens? Então, talvez, o curso de Produção Audiovisual seja para você. Esta graduação prepara profissionais para produzirem conteúdo que conjugam imagem e som e podem ser aproveitados em diversos tipos de meios de comunicação. Em pleno momento de avanço tecnológico e convergência de mídias, este é um campo de trabalho amplo e em constante expansão.

O profissional de Audiovisual trabalha com produção artística, cultural e multimídia e, também, pode atuar em cinematecas,  museus, rádios e centros de documentação. Ele vai lidar com a elaboração e produção de conteúdos publicitários, documentais, jornalísticos e artísticos, desde o roteiro até a fotografia, passando pela iluminação, sonorização e finalização.

Graduação

Com duração de dois anos, o curso tem disciplinas voltadas para as necessidades do mercado como Sonoplastia, Estética, Direção de Fotografia, Edição de Vídeo, Montagem e Edição, Direção de Programas para Tv, Figurinos e Cenografia, entre outras.

Áreas de Atuação

O profissional de Audiovisual pode atuar em emissoras televisivas, rádios, agências publicitárias e com produções via mídia digital e mobile. Ele pode exercer diversas funções como roteiro, fotografia, sonorização, direção de fotografia, montagem e edição de filmes e vídeos, além de também poder lidar com a produção e edição de programas de rádio e televisão.

Faixa salarial

A remuneração destes profissionais varia em função das atividades realizadas, do ramo e do porte do contratante dos serviços. A faixa salarial inicial de um diretor de filme publicitário, por exemplo, gira em torno de R$ 3 mil, segundo o Sindicato dos Trabalhadores na Indústria Cinematográfica e do Audiovisual do Estado de São Paulo. Já um assistente de direção pode começar a carreira ganhando por volta de R$ 680 por semana.

 

Comentários

Notícias


Conheça os benefícios que um curso de férias pode oferecer

As férias também podem ser o momento para se dedicar aos estudos
Por: Henrique Nascimento 10/07/2017 - 13:12 - Atualizado em: 10/07/2017 - 13:13
Conheça os benefícios que um curso de férias pode oferecer/Freepik
Sempre é tempo de desenvolver suas habilidades e melhorar seu currículo

Nas férias, com a agenda mais folgada, sobra tempo para descansar. Por conta disso, o cérebro também está mais disponível para se dedicar a afazeres específicos e ao início de novos hábitos. É justamente nesse momento em que novos conteúdos podem ser aprendidos. Investir em um curso de férias pode trazer o diferencial necessário para o seu currículo e melhorias para as suas habilidades profissionais.

Inscreva-se no vestibular!

Para quem é universitário
Os cursos de férias são uma ótima alternativa para quem é universitário e vive atarefado com as provas e trabalhos da instituição de ensino durante todo o semestre. Com mais tempo livre é possível fazer cursos intensivos, que apresentam curta duração e uma quantidade ampla de conteúdos, e obter certificados que podem ser usados tanto para adquirir créditos na faculdade como para alavancar o currículo.

O importante é lembrar de escolher cursos que tenham relação com a área em que está se profissionalizando para que o certificado seja relevante.

Para quem está no mercado de trabalho
Aprender algo novo nas férias também pode ser relevante para que já se encontra empregado. Essa pode ser a oportunidade de conhecer inicialmente um aspecto da sua área de atuação que deseja se especializar ou pode ser o momento de saber se aquele campo da segunda graduação que pretende iniciar é realmente o que você deseja cursar.

Cursos de férias podem oferecer um diferencial para o currículo e uma pequena amostra do que seria cursar a graduação ou especialização em outra área de conhecimento.

Para todas as pessoas
Um dos objetivos dos cursos de férias pode ser o de qualificar o currículo, como apresentamos aqui, mas isso não significa que esses cursos não possam ser feitos para aperfeiçoar hobbies que não necessariamente têm ligação com a atividade profissional executa. É importante se dedicar aquilo que provoca o sentimento de realização, seja profissional ou pessoal. Afinal, as férias representam um período para cuidar de si e aproveitar da melhor forma possível.

Pretende fazer algum curso de férias ou tem alguma dúvida sobre o assunto? Deixa nos comentários!
 

Comentários

Notícias


Como curtir as férias com muita, pouca ou até mesmo nenhuma grana

Independente da sua situação financeira, a ordem é aproveitar o período de folga da faculdade! Confira estas dicas e divirta-se
Por: Paula Brasileiro 07/07/2017 - 12:00 - Atualizado em: 07/07/2017 - 16:25
As férias chegaram! É hora de curtir
As férias chegaram! É hora de curtir

Enfim, férias. Os tão sonhados dias de descanso chegaram e, com eles, inúmeras opções de diversão e descanso. Para quem não se programou e ainda não sabe o que fazer para curtir a folga, nós preparamos um pequeno guia que pode ajudar a aproveitar este período. E o que é melhor, com dicas para todos os bolsos. Confira.

 

Saldo negativo

Está com a carteira vazia e o saldo zerado no banco? Não precisa desanimar. A falta de dinheiro não é motivo para deixar de curtir as férias. Com um pouco de criatividade é possível se divertir  bastante.

1 - Visite os parques da sua cidade - eles têm entrada gratuita, muito espaço, verde e ar puro. Bom para relaxar.
2 - Bote a leitura em dia - aproveite para terminar aquele livro que ficou pendente ou, até mesmo, visitar as bibliotecas públicas do lugar onde mora.
3 - Maratona de filmes/séries - vale também atualizar as séries e filmes que você não teve tempo de assistir durante o semestre.
4 - Caminhada/pedalada - bote um tênis, uma roupa confortável e vá pedalar/caminhar/correr pelo seu bairro. Além de relaxar você também cuida do corpo.

Ainda resta algum

Para quem ainda conta com alguma economia no bolso, a lista de opções aumenta. Além de poder curtir todas as dicas anteriores, você também pode aproveitar e investir num passeio mais incrementado.

1 - Rolê da 5ª série - junte os amigos para uma festinha igual às do tempo de criança, com lanches apetitosos, bebidas refrescantes e muito papo divertido.
2 - Pontos turísticos - tire um dia para 'turistar' na sua cidade. Visite museus, praças e pontos turísticos. Esses lugares costumam ter entradas acessíveis ou até mesmo gratuitas.
3 - Cinema - aproveite para conferir na telona os lançamentos do momento. Algumas redes de cinema oferecem ingressos mais baratos em determinados dias e horários, descubra quais são e bom filme.
4 - Comida - organize um piquenique com a turma ou convide os amigos para um almoço/jantar em casa. Cozinhar também pode ser uma ótima maneira de relaxar.

Tá sobrando grana

Essas dicas são para quem conseguiu economizar durante o semestre já pensando em aproveitar as férias. Com uma graninha extra é possível até fazer uma pequena viagem e garantir bons momentos durante a folga.

1 - Restaurantes - vá conhecer um novo restaurante ou se aventurar com culinárias exóticas.
2 - Balada - aproveite para curtir aquela balada que os compromissos do cotidiano não lhe permitem já que é preciso acordar muito cedo no dia seguinte. Consulte as agendas culturais da sua cidade e divirta-se.
3 - Fim de semana fora - faça uma pequena viagem para alguma praia ou interior próximo. Sair da rotina é sempre uma boa pedida.
4 - Aumentar o conhecimento - que tal aproveitar para estudar mais? Um novo curso pode ser bastante proveitoso e te ajudar a não perder o ritmo para o resto do ano.

 

Dica extra

Esta dica é ideal para qualquer tipo de situação financeira. Aproveite seus dias de férias para fazer nada. Sim, você leu corretamente. Se dê a chance de 'desligar' um pouco e assim liberar todo o estresse e cansaço acumulado nos últimos meses de estudo. Durma bastante, medite, não marque compromissos, apenas aproveite para relaxar e recarregar as baterias. Aproveite e boas férias!

Gostou das dicas? Que tal sugerir outros passeios e aumentar essa lista?

 

Comentários

Notícias


Veja como relaxar nas férias

Momento de relaxamento são importantes para boas férias
Por: Henrique Nascimento 05/07/2017 - 15:11 - Atualizado em: 05/07/2017 - 15:37
Veja como relaxar nas férias/Freepik

Depois de meses intensos você conseguiu um momento para descansar, chegaram as férias. No entanto, os dias que deveriam ser de lazer e calmaria se tornaram instantes para pensar no que você vai ter que fazer quando as férias acabarem? Calma, não precisa ficar ansioso, temos algumas dicas que podem te ajudar a relaxar nas férias. Veja!

Leia também: As férias chegaram! Hora de tirar aquele livro da estante

https://vestibular.univeritas.com/?utm_source=ung&utm_medium=conteudo



Mantenha a calma
Muito provavelmente seu corpo vem seguindo o mesmo fluxo há seis meses ou um ano. Por conta disso, não espere que instantaneamente ele consiga se desligar desse ritmo. Você vai precisar de pelo menos uma semana para que todo o seu corpo entenda que você vai descansar durante determinado período.

Mudar também pode ser bastante proveitoso
Procure mudar seus hábitos, sua rotina, acordar em horários que não costuma usualmente, aprender e executar novas atividades. Trabalhe seu cérebro para aprender coisas novas e, se possível, se empenhe para mudar seus hábitos alimentares, por que não?

Cuide do corpo
Dedique-se a atividades físicas que lhe deem prazer. A liberação de endorfina provocada pelos exercícios físicos causa a sensação de bem-estar. Só não vá se aventurar a treinar pesado sem um acompanhamento profissional, nada de tentar perder nas férias todos quilinhos que ganhou ao longo do ano de uma única vez.

Relaxe
Também é importante tirar um tempo para esvaziar a mente e se reconciliar com o seu corpo. A yoga e a meditação são duas formas muito eficazes de conhecer seu corpo e esvaziar sua mente.

Meditar te permite se desconectar aos poucos das coisas que trazem preocupação, mas sempre de forma gradual, a meditação precisa ser iniciada em curtos períodos de tempo para que sejam alcançados períodos mais extensos. Os exercícios de Yoga são extremamente relaxantes e ainda podem te ajudar a ter um corpo mais flexível, além de aliviar dores.

Divirta-se
Procure sair e ter momentos de lazer. Não precisa ser nada muito programado, só saia de casa, visite lugares que tem vontade de conhecer e compartilhe esse momento com pessoas próximas que possam compartilhar sentimentos bons. O mesmo vale para visitas em casa, caso não queira sair ou não possa, chame pessoas que farão o seu dia melhor e compartilhe boas conversas e uma xícara de café ou outra bebida que lhe agrade.

A distância pode ser a solução
Ainda com todas as dicas anteriores pode ser difícil para algumas pessoas se desligarem das atividades rotineiras durante as férias. Nesse caso, a dica que vale é viajar, se distanciar do ambiente usual. Tome cuidado, não planeje demais as atividades para não acabar criando outro tipo de rotina. Um roteiro de viagem muito cheio pode fazer com algumas coisas não possam ser feitas, provocando um sentimento de insatisfação.

Se for viajar acompanhado tenha certeza que a outra pessoa também está de acordo e deseja realmente ir para o mesmo lugar que você. Se o objetivo é relaxar e aproveitar as férias é importante que você não tenha alguém reclamado de cada coisa que encontra no caminho.

Tem mais alguma dica que deseja compartilhar conosco? Escreva aqui nos comentários!

Comentários

Notícias


Cinco lições de vida que o rock'n'roll ensina

Nem só de riffs pesados é feito o rock. O estilo musical pode trazer ensinamentos e mudar vidas
Por: Paula Brasileiro 04/07/2017 - 17:15 - Atualizado em: 13/07/2017 - 12:18
No dia 13 de julho é celebrado o Dia Mundial do Rock
No dia 13 de julho é celebrado o Dia Mundial do Rock

Surgido no início da década de 1950, o rock'n'roll logo caiu no gosto de pessoas de todas as idades ao redor do mundo e, hoje, coleciona diferentes vertentes e diversas fases. Mas, engana-se quem pensa que o rock é feito apenas de música em alto volume, riffs pesados e camisas pretas. Muito além da diversão, este estilo musical pode ensinar lições importantes para a vida. Confira.

 

 

1 - Faça o bem ao próximo.

 

Não é raro encontrar artistas da música pesada contribuindo para causas sociais. Em 1985, mais precisamente no dia 13 de julho, diversos artistas se juntaram para um grande concerto em prol de famílias pobres da Etiópia, o Live Aid. O evento reuniu os maiores representantes do rock mundial como U2, Black Sabbath, Led Zeppelin, David Bowie, Queen e Dire Straits, entre outros. Os shows aconteceram na Filadélfia (EUA) e Londres (Inglaterra) e reuniu mais de 200 mil pessoas, além de ter sido transmitido ao vivo para mais de 100 países. Não à toa, a data acabou sendo escolhida para, dali em diante, ser celebrada como o Dia Mundial do Rock.  

 

 

2 - Estudar é importante.

 

Independente da área, estudar e se especializar é imprescindível para se destacar no mercado. Os roqueiros sabem disso como ninguém e alguns deles foram longe em suas vidas acadêmicas. Freddie Mercury, líder da lendária banda Queen, formou-se em Design Gráfico e Artístico na Ealing Art College, na Inglaterra; John Lennon - dispensa apresentações - estudou Artes Gráficas no Liverpool Institute of Arts; Samuel Rosa, da banda mineira Skank, é formado em psicologia pela Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG); e Dexter Holland, vocalista e guitarrista da Offspring, é bacharel em Biologia e mestre em Biologia Molecular pela University of Southern California.

 

 

3 - Ter estilo é um diferencial.

 

O que seria das bandas de rock sem o visual? O estilo dos músicos costuma chamar atenção, ditar tendências e é o que os torna reconhecíveis em meio aos demais, tanto quanto o som que fazem. E, desde que o rock é rock, seus artistas vêm fazendo moda com maestria. Na década de 1950, o rei Elvis Presley imortalizou o look topete+costeletas; anos mais tarde, os Ramones apresentaram o estilo punk com jaquetas de couro e coturnos; as meninas do The Runaways marcararam com calças de couro, botas de salto e lingeries à mostra, em 1970; na mesma época, David Bowie deu a cara do Glam Rock com maquiagens coloridas, paetês e muito brilho, além de brincar com a androginia; e, na década de 1990, o Nirvana mostrou ao mundo o que era ser grunge com seus jeans rasgados e cabelos bagunçados.

 

 

4 - Força de vontade muda vidas.

 

Superação é palavra facilmente encontrada na história de diversos astros do rock. São pessoas que dão exemplo de luta e força de vontade como o guitarrista Eric Clapton, que enfrentou o vício em heroína durante anos e, tendo vencido a batalha contra a droga, fundou uma clínica que ajuda na recuperação de pessoas que passam pelo mesmo problema, a Crossroads Centre. Outra história inspiradora é a do baterista da banda Deff Lepard, Rick Allen. Em 1984, Allen perdeu o braço esquerdo em um acidente de carro. Apenas quatro semanas após a tragédia, ele logo começou a trabalhar no desenvolvimento de uma bateria adaptada para que pudesse tocar apenas com os pés e o braço direito. Com o equipamento elaborado, o baterista pôde voltar à sua função e, também, fundou uma ONG que auxilia pessoas com deficiência física, a The Raven Drum Foundation.

 

 

5 - Ter uma causa é motivador.

 

Engajar-se em causas costuma ser benéfico para os que as defendem e para aqueles beneficiados por elas. O ex-Beatle Paul McCartney faz isso na prática sendo um dos defensores mais famosos do vegetarianismo no mundo. Ele é o criador da campanha Meat Free Monday (Segunda-feira Livre de Carne) que tem o objetivo de encorajar a prática vegetariana além de disseminar os impactos ambientais causados pelo consumo de carne. Os integrantes da banda Linkin Park também são bastante engajados. Em 2004 eles fundaram a ONG Music For Relief, que auxilia vítimas de catástrofes naturais como tsunamis, furacões e incêndios florestais. Além disso, em 2011 eles se uniram à Organização das Nações Unidas (ONU) na iniciativa Energia Sustentável para Todos, que visa garantir o acesso universal à energia até 2030.   

 

 

 

E aí, já tinha pensado o rock desta maneira? Conta pra gente o que mais te inspira nesse estilo musical.

 

Comentários

Notícias


O Ecodesign quer esverdear as cidades

A estratégia usada pelos profissionais de Design de Interiores busca mais qualidade de vida e mais cor para as cidades
Por: Paula Brasileiro 04/07/2017 - 12:18 - Atualizado em: 05/07/2017 - 10:36
O conceito traz soluções que visam aumentar a qualidade de vida nas metrópoles
O conceito traz soluções que visam aumentar a qualidade de vida nas metrópoles

*Por Camilla de Assis e Paula Brasileiro

 

Com o aumento das metrópoles, as cidades começaram a ganhar uma característica cada vez mais cinza e coberta por concreto. Essa nova configuração acarretou em uma preocupação por parte dos profissionais que atuam na modelagem das capitais. A necessidade de colorir as metrópoles uniu-se a uma consciência que gira em torno da sustentabilidade e qualidade de vida, resultando no conceito de Ecodesign.

 

 

Segundo o Ministério do Meio Ambiente, se configura como Ecodesign todo o processo que constrói e/ou remodela estruturas fazendo uso de materiais de baixo impacto ambiental, menos poluentes, de produção sustentável ou reciclados e que requeiram menos energia na fabricação. Além disso, estes materiais devem ser mais duráveis e reutilizáveis a fim de gerar menos lixo. Um dos projetos mais conhecidos e usados, dentro deste conceito, são os ecotelhados, que levam o verde das plantas para o topo dos edifícios com o objetivo de humanizar os lugares além de valorizar as edificações, e quem faz uso delas, com os benefícios trazidos pelas vegetações.  

 

A cidade de São Paulo, maior região metropolitana do Brasil e uma das grandes metrópoles no mundo, já conta com inúmeros pontos desenvolvidos de acordo com estes conceitos. A coordenadora do curso de Design de Interiores da UNG, Keila Araújo, destaca alguns, como o Edifício Conde Francisco Matarazzo, que possui em seu terraço um jardim com mais de 400 plantas e um pequeno lago com carpas "completando um belo projeto paisagístico", batizado de jardim Walter Galera. Ela complementa a importância deste espaço: "A vegetação ajuda no filtro da poluição das cidades. E a superfície com plantas absorve menos calor do sol que os tetos de cimento ou telhas, mantendo a construção num ambiente agradável, além de ajudarem na preservação da natureza."

 

Keila sinaliza outros pontos eco sustentáveis espalhados pela capital paulista como ecotelhados em prédios da Avenida Faria Lima, na Vila Madalena, na Marginal Pinheiros e até mesmo na Avenida Paulista, esta última um lugar que concentra grandes centros comerciais e é considerado o principal polo financeiro da cidade. A professora ressalta, mais uma vez, a importância dessas estratégias de sustentabilidade: "A cobertura verde ajuda na purificação urbana e funciona como isolante térmico, diminuindo até 18% a temperatura. Com a reserva no substrato, é necessário apenas 60% de água para sua irrigação, podendo ser absorvida a água da chuva e assim reduzir enchentes, além de ser um grande elemento para absorver o gás carbônico e reduzir o efeito estufa que hoje acomete as metrópoles".

 

 

Para os estudantes

 

Os novos profissionais precisam chegar ao mercado conscientes das inovações na sua área. A coordenadora Keila comenta a preocupação do curso de Design de Interiores da UNG nesse sentido: "Esse novo conceito já está sendo aplicado aos nossos alunos que já estão sendo conscientizados sobre a sustentabilidade e o Ecodesign a criarem espaços com telhados, coberturas ou jardim de espaços inverno da casa ou mesmo espaços gourmet, com sistema de água de reuso. Quanto mais espaços verde melhor".

 

Comentários

Notícias


Dicas de leitura para alunos de todas as áreas

Que tal expandir os conhecimentos com um bom livro? Confira estas diucas
Por: Paula Brasileiro 03/07/2017 - 11:00 - Atualizado em: 03/07/2017 - 13:11
Confira estas dicas e boa leitura!
Confira estas dicas e boa leitura!

A leitura é um hábito que traz inúmeros benefícios ao corpo e à mente. Ler te ajuda a estimular a criatividade, aumentar o vocabulário e o conhecimento e, além de tudo, relaxar. Preparamos uma lista de dicas para alunos de todas as áreas para ajudar na escolha. Dá uma olhada.

 

 

Humanas

Mataram a Cotovia
(Harper Lee)

Racismo, luta de classes e um livro que ganhou o Prêmio Pulitzer de ficção em 1961. O romance fala muito sobre a sociedade norte-americana, durante a Grande Depressão de 1929, através da história da família Finch. O patriarca da família, o advogado Atticus, se vê em um caso de preconceito quando é contratado para defender um jovem negro acusado de violação.

Quando Nietzsche Chorou
(Irvin D. Yalom)

Um mergulho profundo nos sentimentos que todo nós trazemos conosco através da história de um jovem médico que aplica uma terapia experimental em seu paciente Nietzsche, a psicanálise.

Chatô, O Rei do Brasil
(Fernando Morais)

Assis Chateaubriand, também conhecido como Chatô, foi um importante e poderoso comunicador brasileiro. Esta biografia conta sua história abrangendo suas mais diversas ocupações enquanto empresário, fundador do Museu de Arte de São Paulo e de quase 100 jornais, periódicos e estações de rádio e televisão, entre eles, o primeiro canal de televisão do país, a TV Tupi.

 

Tecnologia

A Máquina do Tempo
(H. G. Wells)

Neste romance de ficção científica, um 'viajante do tempo' desenvolve uma máquina capaz de se mover pela quarta dimensão, a do tempo. A máquina o leva até o ano 802.701 onde ele conhece um povo pacífico remanescente dos humanos e que serve como refeição para uma raça que vive no mundo subterrâneo.

Androides Sonham com Ovelhas Elétricas?
(Philip K. Dick)

Um caçador de recompensas persegue androides em uma São Francisco pós-apocalíptica depois de enfrentar uma guerra atômica . Este livro deu origem ao filme Blade Runner.

Neuromancer
(William Gibson)

Um ex-hacker que tentou roubar os patrões acaba sendo envenenado com toxinas que danificam seu sistema neural e o impedem de se conectar com a Matrix. O livro inspirou a trilogia Matrix e ganhou os três principais prêmios de ficção científica à época de seu lançamento (Nebula, Hugo e Philip K. Dick).

 

 

Engenharias

Engenheiros da Vitória - Os responsáveis pela reviravolta na Segunda Guerra Mundial
(Jairo Arco e Flexa e Paul Kennedy

O livro conta a história daqueles que, durante a guerra, eram os 'solucionadores de problemas', como chamam os autores. O livro exibe em detalhes uma série de invenções e estratégias utilizadas à época por cientistas, engenheiros e até mesmo alguns soldados.

Perdido em Marte
(Andy Weir)

Após problemas em uma missão ao planeta vermelho, o astronauta Mark Warney é deixado para trás por sua tripulação. Ele precisa usar suas habilidades de engenheiro e  botânico para sobreviver até que possa ser resgatado.

A medida do mundo
(Robert P. Crease)

O filósofo e historiador Robert P. Crease conta a épica história da invenção de uma rede mundial de pesos, balanças e instrumentos de medição, da qual inúmeras atividades e transações diárias dependem hoje em dia.

 

Saúde

Por um Fio
(Drauzio Varella)

O médico Drauzio Varella conta um pouco de sua experiência em Oncologia Clínica. Durante 30 anos, ele clinicou diariamente com pacientes graves. No livro, ele revela histórias reais e relata curas consideradas como quase impossíveis.


A Estratégia da Lagartixa - Uma viagem pelos bastidores da medicina
(Vianna Birolini)

Diversos casos são relatados no livro revelando um pouco do cotidiano do profissional de medicina mas com um tom descontraído que busca desmistificar a posição do médico. Procura, também, mostrar um pouco das angústias e limitações desses profissionais.

O Físico
(Noah Gordon)

Um jovem inglês aprendiz de cirurgião-dentista no século XI se aventura para estudar Medicina no tempo que a dissecação humana era proibida pela Igreja Católica. O best-seller mescla romance e fatos históricos.  

Que tal aumentar esta lista com a sua indicação? Qual é a sua dica de livro para estas férias? Fale nos comentários.

 

Comentários

Notícias


LGBT é mais que uma definição de pessoas, é motivo de orgulho

Ser uma pessoa LGBT é motivo de orgulho, transgressão, ato político, mas ainda de preconceito. Conheça a história do Dia Internacional do Orgulho LGBT e confira depoimento de quem participa da Parada em São Paulo
Por: Camilla de Assis 26/06/2017 - 17:37 - Atualizado em: 28/06/2017 - 11:09
LGBT
LGBT
O Dia Internacional do Orgulho LGBT (lésbicas, gays, bissexuais, travestis, transexuais e pessoas intersex) é comemorado nesta quarta-feira (28). A data é em celebração ao episódio ocorrido em Nova Iorque, em 1969, quando frequentadores do bar Stonewall Inn não se calaram e reagiram contra a série de batidas policiais realizadas no local frequentemente. A ação dos manifestantes foi realizada por mais duas noites e, no ano seguinte, resultou na 1ª parada do orgulho LGBT, realizada em 1º de julho.
 
Atualmente, as paradas são realizadas em vários locais do mundo, inclusive em diversos estados do Brasil. A Parada do Orgulho LGBT de São Paulo é uma das mais expressivas do País e do mundo, e é realizada desde 1997. Em 2006, o ato, que leva milhares de pessoas à ruas todos os anos, entrou para o Guiness Book pelo recorde de público: 2,5 milhões de pessoas foram à Avenida Paulista para lutar e/ou demonstrar apoio ao Orgulho LGBT. 
 
‘É extremamente revolucionário dar pinta, ser afeminado’
Jeferson (esquerda) e seus amigos na Parada do Orgulho LGBT em São Paulo
 
Frequentador há quatro anos da Parada do Orgulho LGBT de São Paulo, Jeferson Cesar Neto, de 23 anos, enxerga o movimento como um ato político. “Eu acredito que demonstrar orgulho seja um dos maiores atos políticos e de uma coragem enorme. Mesmo que algumas coisas tenham caminhado a nosso favor nos últimos anos, ainda sim, somos o país que mais mata LGBT+, e demonstrar orgulho é perigoso. É extremamente revolucionário dar pinta, ser afeminado, deixar claro que você é gay, e foge dos padrões heteronormativos”, explica. 
 

 
A comparação da relação do jovem, enquanto adolescente, da sua sexualidade com a forma como os adolescentes LGBT de hoje em dia exprimem suas naturezas de gênero lhe inspira admiração. “Vi muitos jovens, mais jovens que eu, com cartazes, maquiados, montados. Achei aquilo maravilhoso porque quando eu era adolescente jamais teria coragem de fazer isso.” revelou.
 

 
Além disso, o orgulho vem também na consciência que muitos dos preconceitos referidos pela sociedade à Parada do Orgulho LGBT não passam de ações que tentam deslegitimar um evento de importante significado para a promover da tolerância. “[Eu ouvia] Que era só sacanagem, um bando de viado se agarrando pelas ruas e usando drogas. Eu não tinha a menor ideia do que havia de real, eu não sabia que existiam pessoas orgulhosas e estudadas que lutavam por mim mesmo que eu não soubesse de nada.”
 
A Parada em 2017
 
No último dia 18 de junho, a Parada do Orgulho LGBT foi realizada em São Paulo. A 21ª edição do festival contou com uma multidão de participantes que caminharam pela Avenida Paulista a favor do Estado laico. Os organizadores o evento informaram que cerca de 3 milhões de pessoas participaram da Parada. Já a Polícia Militar não divulgou o quantitativo. 
 
Estatística e ícones nacionais
 
O Brasil ainda, infelizmente, é recorde em número de violência contra pessoas LGBT. Em 2016, 343 pessoas morreram em decorrência de crimes praticados por conta a homofobia. Por isso, muitas pessoas sentem medo de expressar livremente o direito que têm de indicar suas sexualidade e gênero.
 
Entretanto, outras pessoas que conseguem maior notoriedade na mídia por causa de suas profissões e seus feitos, têm o privilégio de poder falar abertamente sobre suas homossexualidades. Confira abaixo alguns ícones LGBTs brasileiros:
 
Fernanda Gentil
Recentemente, Fernanda Gentil assumiu seu relacionamento com a jornalista Priscila Montandon
Recentemente, Fernanda Gentil assumiu seu relacionamento com a jornalista Priscila Montandon,
o que causou muitos comentários nas redes sociais.
 
Bruna Linzmeyer

Bruna Linzmeyer também assumiu o relacionamento com Priscila Visman no final de 2016.
Recentemente, em entrevista, a atriz afirmou que está apaixonada pela moça.
 
Daniela Mercury

Este ano, Daniela Mercury completou quatro anos de casada com a jornalista Malu Verçosa.
 
Pabllo Vittar
A drag queen Pabllo Vittar é uma das personalidades mais conhecidas atualmente no Brasil. A
cantora estourou com o sucesso "Todo Dia".
 
Laerte

A cartunista e chargista Laerte é uma das mais importantes no ramo, atualemente. Aos 60 anos,
após três casamentos e três filhos, Laerte se apresentou ao mundo como mulher.
 
Liniker

Longe das padronizações heteronormativas de gênero, Liniker é um dos cantores com uma das
vozes mais potentes do cenário musical atual.
 
Nany People

Humorista, comentarista, atriz, locutora, apresentadora, colunista e repórter de TV,
Nany People é uma das precursoras dos transgêneros no Brasil.
 
Ney Matogrosso

A performance de Ney Matogrosso no palco não normatiza gênero e, sim, a arte. Isso o coloca
dentro dos ícones mais expressivos do campo LGBT no Brasil.
 
E qual seu ícone do mundo LGBT preferido? Conte pra gente aqui nos comentários!

Comentários

Páginas